Exposição e o Filme do Castelo Ra-Tim-Bum

Fãs do Castelo Ra-Tim-Bum são praticamente atemporais e essa série infantojuvenil terminou por conquistar pessoas de várias idades ao longo de sua exibição, nos anos 90.

 Vira e mexe temos notícia de uma exposição do Castelo Ra-Tim-Bum, já tendo sido lançado até mesmo filme trazendo as peripécias de Nino, personagem principal.

Exposição do Castelo Ra-Tim-Bum

Em 2014 houve uma grande exposição do Castelo Ra-Tim-Bum na cidade de São Paulo, através do Museu da Imagem e do Som (MIS). Este museu tem sério comprometimento em difundir a cultura através de diversos programas e de seu próprio acervo.

Em julho de 2014 o MIS abriu as portas ao fantástico Castelo Ra-Tim-Bum para que sua história fosse contada através de uma inédita exposição que comemorou e homenageou o programa pelos seus 20 (vinte) anos.

O Castelo Ra-Tim-Bum foi transmitido pela TV Cultura no ano de 1994, contou com 90 (noventa) episódios e encerrou no ano de 1997, tendo os fãs vivenciados muitas aventuras de Nino, Zeca, Biba e Pedro, dentre outros apaixonantes personagens.

A exposição no MIS revisitou as histórias narradas e vivenciadas em todos os ambientes do Castelo, tanto na frente quanto por trás das câmeras, dando aos fãs uma visão diversificada do show e de sua produção.

Os que acompanharam a produção tiveram a grande oportunidade de reviver e visitar o espaço que lhe foi tão familiar. E aqueles que não conhecem a produção tiveram a oportunidade de descobrir ótimas surpresas que o Castelo abrigava.

O MIS ainda recolheu, naquela oportunidade, depoimento de várias pessoas que participaram da criação da série, como atores e produtores para levar uma experiência mais completa aos fãs. Estes depoimentos integram o Acervo MIS.

A exposição do MIS foi a primeira e ficou marcada na memória de fãs e todos aqueles que fizeram parte da produção e atuação no Castelo Ra-Tim-Bm.

O Filme Castelo Ra-Tim-Bum

O Castelo Ra-Tim-Bum, o Filme é um filme de fantasia dirigido por Cao Hamburguer no ano de 1999 e escrito por Anna Muylaert.

O filme Castelo Ra-Tim-Bum foi baseado na série televisiva que foi exibida pela TV Cultura e criada por Flávio de Souza e Cao Hamburguer.

O lançamento nos cinemas brasileiros ocorreu no dia 31 de dezembro de 1999, distribuição feita pela Columbia Pictures. O filme é considerado um dos mais caros da história do cinema brasileiro, com orçamento de 7 milhões de reais foi um evento inesquecível! No quesito maior bilheteria, ele ocupou o segundo lugar.

Para saber mais sobre os principais eventos eventos acontecendo em todo Brasil acesse: https://ief.com.br/eventos

Enredo do Filme

O enredo do filme do Castelo Ra-Tim-Bum conta a história de uma tradicional família de feiticeiros (Stradivarius) que somente recebe menção na série original.

Com a proximidade do alinhamento dos planetas, com consequente fortalecimento dos poderes de todos os magos, a malvada Losângela (interpretada por Marieta Severo) rouba um livro de magia que pertence à sua prima Morgana (interpretada por Rosi Campos). Este roubo causa a perda de poderes de Morgana e Dr. Victor (Sérgio Mamberti).

Juntamente com Dr. Abobrinha (interpretado por Pascoal da Conceição) e seu ajudante que é muito atrapalhado, o Rato (Matheus Nachtergaele), Losângela tem a intenção de demolir o Castelo.

A grande esperança do Castelo fica nas mãos de Nino Stradivarius (Diegho Kozievitch), um garoto de 300 anos de idade que, também, é aprendiz de feiticeiro.

Nino também luta com o fato de ter dificuldade em fazer amigos, já que não é um menino normal por 300 anos de idade. Porém, é justamente pelo fato de fazer amizade com outras crianças, Cacau, João e Ronaldo, que Nino encontra uma maneira de salvar seus tios e o Castelo.

O Castelo Ra-Tim-Bum na TV

O Castelo Ra-Tim-Bum contou com uma produção de altíssimo nível e que foi vencedora de diversos prêmios mundiais de relevância. No 37º festival de New York (1994), levou a medalha de prata na categoria “Programa Infantil”.

No Brasil, o programa foi considerado o melhor programa infantil transmitido pela TV, segundo a APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte).

O programa foi transmitido entre os anos de 1994 e 1997, com um índice alto de audiência e mexeu com o imaginário das crianças e, também, adolescentes. O programa reuniu um universo de fantasia, entretenimento, criatividade de educação, mistura essa de imenso sucesso, tornando-se referência quanto o assunto é a criação de programas infantis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.